Cindacta

O DTCEA-MDI está localizado no Morro da Igreja, a 1.822 metros de altitude, distante 32 km da cidade de Urubici – SC, que, por sua vez, fica distante 140 km de Lages – SC e 160 km de Florianópolis – SC.

O Destacamento está subordinado técnica e administrativamente ao CINDACTA II.

As operações do DTCEA-MDI tiveram início em 06 de novembro de 1987 e conta com Radar Primário Modelo TRS 2230, Radar Secundário RS 870, Radar Meteorológico RMT 100, Casa de Força (KF) e Sistemas de Rádio e Telecomunicações VHF 200, UHF TELERAD, TF3 e TF4.

Outra característica importante é a ocorrência de baixas temperaturas no período do inverno, quando, frequentemente, os termômetros registram valores negativos, já tendo ocorrido reportes de temperaturas abaixo dos -10ºC. Tal fato, acrescido de fortes rajadas de vento, faz com que a sensação térmica possa ser de temperaturas ainda mais baixas, havendo necessidade dos militares estarem bem agasalhados para poder suportar tal adversidade.

Para tanto, há disponibilidade de abrigos e calçados apropriados para serem usados no inverno, que normalmente começa em meados de abril e termina no final do mês de setembro. Nesse período podem ocorrer nevascas, fato que contribui para a vinda de turistas à região de Urubici. Devido à presença constante de frio, nas encostas de pedras, formam-se placas de gelo que, muitas vezes, permanecem por dias sem derreter, havendo o perigo de formação dessas placas também no asfalto da estrada, o que implica em maior cuidado na condução de veículos, sendo necessário, nos casos mais acentuados, a colocação de correntes nas rodas dos veículos, para evitar acidentes. Nos casos de temperaturas mais baixas, em alguns locais, pode ocorrer o congelamento de pequenas cachoeiras.

Como o Destacamento está situado em área de montanhas, outra peculiaridade é com relação à altitude, que é de 1.822m, permitindo que se tenha a visão de um belo cenário natural à sua volta, com altas escarpas cadeias de montanhas e platôs, o que faz da região um importante local de atração turística.

Verifica-se também a ocorrência de fortes ventos, com rajadas que podem ultrapassar 130 km. Tal fato implicou na execução de radomes para proteção das antenas dos radares, pois os ventos já causaram sérias avarias em instalações, viaturas e equipamentos.

Em decorrência dos detalhes e adversidades acima reportados, a adaptação dos militares a situação local, muitas vezes, ocorre com dificuldade. Porém, a necessidade do cumprimento dos trabalhos de cada um faz com que as barreiras sejam superadas.

O DTCEA-MDI conta com 39 militares (um oficial, um suboficial, 13 graduados, sete cabos e 17 soldados). A maioria tem formação técnica, e alguns cumprem atividades administrativas, de segurança, transporte e suprimento. Com exceção dos soldados, que são naturais da cidade de Urubici, a maior parte dos militares é oriunda de outras regiões.

Apesar de existirem algumas diferenças culturais, a interação dos mesmos com a população local é boa, sendo bem recebidos e, normalmente, tendo um bom relacionamento, e há uma convivência harmoniosa entre os militares e os Urubicienses.

Fonte: DECEA

LEIA MAIS SOBRE O CINDACTA NO MORRO DA IGREJA:

24/07/2013 – Militares da FAB trabalham a 14,1° graus negativos

FOTO: Gentileza do Cindacta

snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflakeWordpress snowstorm powered by nksnow